quinta-feira, 14 de julho de 2022

Pela vida das mulheres


O Brasil precisa respirar!

32 milhões de pessoas no mapa da fome; inflação e desemprego absurdos; desmatamento; ataques aos povos indígenas e ribeirinhos; corrupção no MEC, nas rachadinhas, no cartão corporativo...

Lei mais em nosso jornal Boca no Trombone edição 319 clicando aqui!







Sindicalize-se - Seja sócio do Sindicato e Fortaleça a NOSSA LUTA!

Os trabalhadores associados têm direito a desconto em muitos convênios com universidades, cursos presenciais e à distância; têm o nosso departamento jurídico à disposição para ações trabalhistas e previdenciárias; participa com os dependentes da Festa da Categoria; pode inscrever-se no Torneio de Futebol dos Químicos; na atividade de confraternização das mulheres; hospedar-se na Colônia de Férias, em São Sebastião, e na nova Colônia que está em construção, em Caraguá (antigo camping).


sexta-feira, 10 de junho de 2022

Dia Mundial do Meio Ambiente

No último dia 5 de junho foi o Dia Mundial do Meio Ambiente, o Brasil (principalmente) e o mundo seguem sem motivos para comemorar. A agenda antiambiental de Bolsonaro/Mourão seguiu a passos largos: o desmatamento teve números recordes na Amazônia e nos demais biomas brasileiros; os órgãos ambientais e a fiscalização foram enfraquecidos e/ou paralisados; foi o governo campeão na liberação de agrotóxicos; a exploração ilegal de madeira e garimpo recebeu apoio do Executivo federal, e também dos governos estaduais, de forma velada ou explícita. Áreas de Proteção Ambiental e Terras Indígenas, viveram constante ameaça de invasão e destruição, sendo que muitas dessas ameaças foram consumadas.

O lucro dos empresários, em especial das corporações transnacionais, é o que importa, em detrimento das condições de vida das populações e da preservação ambiental, o dirigente sindical Wellington Luiz Cabral da Secretaria de Meio Ambiente da Federação dos Trabalhadores do Ramo Químicos do estado de São Paulo, afirma: “Os ataques do governo Bolsonaro são a continuidade de uma política de exploração sem limites da natureza, pelo sistema capitalista, para favorecer grandes empresários, isso vem sendo aplicado tanto pelo regime militar, quanto pelos governos do PSDB, PT e MDB”. Defendemos os seguintes pontos:

 • Reestatizar a Vale, o setor elétrico e a Petrobras, 100% estatal, sob controle dos trabalhadores, tendo como foco o desenvolvimento de pesquisas para novas matrizes energéticas, não poluentes.

 • Lutar contra os megaprojetos que destroem o meio ambiente e deixam a população na miséria.

 • Apoiar a luta dos povos indígenas, das comunidades quilombolas e das populações tradicionais, em defesa de seus territórios. Demarcação, já! Defesa da consulta livre, prévia e informada, com poder de veto (Convenção 169/OIT).

 • Reforma agrária agroecológica, sob controle dos trabalhadores.

 • Defender a água e os biomas como patrimônios da humanidade.


quarta-feira, 11 de maio de 2022

Câmara de Jacareí Ocupada

 O Sindicato dos Químicos de São José dos Campos e Região está nesse momento ocupando a câmara Jacareí junto com os trabalhadores (as) da CAOA Chery. Está sendo cobrado dos vereadores e da prefeitura a exigência de contrapartida aos benefícios tributários recebidos pela montadora na sua fase de implantação na cidade. Segue a luta em defesa dos empregos!




terça-feira, 10 de maio de 2022

Em defesa dos empregos!

Não as demissões da CAOA Chery em Jacareí-SP!
Fala de Wellington Cabral trabalhador da empresa Johnson e Johnson e dirigente do Sindicato dos Químicos de São José dos Campos e Região. Todo apoio aos trabalhadores metalúrgicos!


1º Festival ConvocAção Antifascismo

Participe do 1º Festival ConvocAção Antifascismo, ocorrerá no dia 21 de Maio na Casa Proarquia, na rua Dr. Sampaio Martins, 295. Todo apoio a cena cultural de São José dos Campos e Região!
ConvocAção Antifascismo



terça-feira, 12 de abril de 2022

TRABALHADORES (AS) EM LUTA POR SALÁRIOS E DIREITOS NA CSN EM VOLTA REDONDA (RJ)

A direção da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) de forma autoritária, nesta segunda-feira (11/04), demitiu cinco integrantes da comissão dos trabalhadores que negociava com a empresa reajuste salarial e direitos. A perseguição não parou a luta, segue a forte paralisação dos operários (as) dentro fábrica. Nós da direção do Sindicato dos Químicos de São José dos Campos e Região repudiamos essa perseguição ao legitimo movimento dos trabalhadores (as). Mandamos nossa solidariedade e estamos apoiando essa mobilização com o nosso caminhão que já está em frente a CSN de Volta Redonda-RJ.

Toda Solidariedade à luta dos Trabalhadores (as) da CSN!



quinta-feira, 31 de março de 2022

Greve dos Garis RJ

Quarto dia de greve dos Garis da cidade do Rio de Janeiro. Prefeito Eduardo Paes (PSD) respeite os trabalhadores e trabalhadoras da limpeza urbana!

O Sindicato dos Químicos SJC apoia essa luta!



Apoio as LUTAS!

A diretoria do Sindicato dos Químicos esteve hoje (31/03) em frente ao INSS de São José dos Campos apoiando a greve dos servidores e servidoras deste importante instituto. A greve é por direitos na carreira, condições de trabalho e respeito, reposição inflacionária e também em defesa do concurso público para o INSS. O governo Bolsonaro cortou 1 bilhão do orçamento 2022 da Previdência Social, essa importante área que garante a proteção social da população, um completo absurdo! Defender as pautas dos trabalhadores e trabalhadoras do INSS é defender um serviço público de qualidade que garanta um melhor atendimento à população.

Unidos nessa Luta!


quarta-feira, 30 de março de 2022

Luta pelo emprego

A empresa Avibras agiu de forma autoritária e realizou demissão em massa de trabalhadores (as) sem qualquer negociação com o Sindicato dos Metalúrgicos. Sem salário e sem as verbas da rescisão, os demitidos (as) estão sem dinheiro para o sustento da família, um total desrespeito nesse momento de forte crise econômica que passa o país. Nós da Direção do Sindicato dos Químicos estamos nos somando a essa luta dos trabalhadores (as) metalúrgicos.

Em defesa do emprego!
Pelo cancelamento imediato das demissões!



terça-feira, 29 de março de 2022

1° Encontro Cultural Antifascismo

15h. Diálogo

17h. Som Acústico

Participações confirmadas:
| Alaide Leite
| Célia Sobreiro
| Cesar Pope
| Deo Lopes
| Edemir de Paula
| Everton Rodrigues
| Germano
| Joca Freire
| Lubas
| Luiz Silva (Alarde)
| Márcia Vanzella
| Márcio Abdala
| Max Gonzaga
| Moreno Overa
| Neusa Abdala
| Silvia Nery
| Teju Franco
| Wellington Luiz Cabral
Casa Proarquia
-------------------------
Rua Dr. Mario Sampaio Martins, 195
"Estamos unidos pelo que temos em comum, não pelo que temos de exclusivo. Vem com a gente transformar esses estandartes em uma grande bandeira."
Realização:
Casa Proarquia
Movimento ConvocAção Antifascismo
Apoio:
Sindicato dos Químicos de São José dos Campos e Região

sábado, 26 de março de 2022

O GORVERNO BOLSONARO FAZ O BRASIL PASSAR FOME!

A situação vem se agravando diante da miséria e fome que está submetida parte considerável da população, cerca de 19 milhões de brasileiros passam fome, é praticamente a população do Chile que é de 19,6 milhões de pessoas. Enquanto isso, Bolsonaro faz pouco caso com a tragédia que vive o povo, passeia de jet-ski e tira férias luxuosas. Apenas em 2021, as despesas com cartões corporativos (gastos dia-dia) do Palácio do Planalto chegaram a R$ 11,8 milhões, o maior valor dos últimos sete anos. É necessário mobilizar as ruas para derrotar o governo Bolsonaro e a política econômica de Paulo Guedes. Os trabalhadores e trabalhadoras não podem ficar sem comida na mesa, chamamos a unificação das campanhas salariais das categorias em luta. Greve Geral! Fora Bolsonaro, Guedes e Mourão!



quinta-feira, 24 de março de 2022

SOLIDARIEDADE DE CLASSE

A diretoria do Sindicato dos Químicos esteve hoje (24/03) em frente ao Paço Municipal de São José dos Campos apoiando a paralisação dos trabalhadores e trabalhadoras do serviço público municipal. A luta é pela aplicação do gatilho salarial de 21% e contra a reforma da previdência municipal. Defender os serviços públicos contra os ataques dos governos é necessário para manter a qualidade dos serviços e garantir o acesso dos mais pobres à saúde, educação e demais atendimentos essenciais. Prefeito Felicio Ramuth respeite os servidores! Pague o Gatilho!



sexta-feira, 18 de março de 2022

MÊS DAS MULHERES

Na última quinta-feira dia 17 de março a Direção do Sindicato dos Químicos realizou assembleia na empresa VET E CIA em Jacareí, a empresa conta com 90% de mulheres na produção. A pauta discutida foi a importância da luta das mulheres contra o machismo, a violência e a exploração do capitalismo.

Foi lembrado também, que no último dia 14 de março completaram-se 4 anos sem resposta sobre o assassinato da vereadora e militante do movimento feminista Marielle Franco, as trabalhadoras e trabalhadores durante a assembleia saudaram com o grito “Marielle Presente!”. Seguimos nas ruas e nas portas das fábricas cobrando “Quem mandou matar Marielle?”.

quinta-feira, 17 de março de 2022

Atividades na base

JOHNSON E JOHNSON – Nos últimos dias 15 e 16 de março a Direção do Sindicato dos Químicos realizou assembleias nos três turnos da empresa Johnson e Johnson em São José dos Campos. A atividade faz parte do calendário de reivindicação do Programa de Participação de Resultados (PPR). Foi votado e aprovado em conjunto com os trabalhadores(as) a proposta de aumento de 11,08% sobre a PPR do ano passado. O Sindicato reforçou a defesa da pauta e da luta diante dos diversos ataques dos patrões e do governo Bolsonaro que resultam em aumentos de preços que encarecem o custo de vida dos mais pobres. O Sindicato dos Químicos segue em negociação por mais essa conquista!



segunda-feira, 14 de março de 2022

Setor Farmacêutico Da Categoria: Reparar A Luta Para A Campanha Salarial 2022

O Sindicato, em conjunto com a FETQUIM (Federação dos Trabalhadores Químicos do estado de São Paulo) está em Campanha Salarial do setor farmacêutico da categoria, cuja data base é 1º de abril. É importante ressaltar que as indústrias farmacêuticas lucraram muito com a pandemia e foram as mais rentáveis do ano de 2021. Os dados são do balanço do terceiro trimestre de diversas empresas do ramo. Leia mais em nosso Jornal no link:

terça-feira, 8 de março de 2022

8 DE MARÇO DIA INTERNACIONAL DE LUTA DAS MULHERES!

Construir um mês de luta por direitos das mulheres da classe trabalhadora é uma necessidade. As mulheres são as mais vulneráveis à pobreza, segundo dados do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), a taxa de desemprego entre as mulheres chegou a 16,8% em 2021, sendo que, para as mulheres negras, essa taxa foi de 19,8%. No 8 de março DIA INTERNACIONAL DE LUTA DAS MULHERES se anuncia fortes manifestações nas ruas desse país pelo #ForaBolsonaro. 

A luta é pelo direito de decidir sobre seus corpos, por voz, por ocupar cargos de poder, direções de partidos, sindicatos, movimentos sociais. A luta da mulher trabalhadora é todo dia!


quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

O Sindicato dos Químicos, a FETQUIM e outras organizações do movimento sindical e social apoiam o documentário “Pinheirinho dos Palmares”


O Sindicato dos Químicos, a FETQUIM e outras organizações do movimento sindical e social apoiam o documentário “Pinheirinho dos Palmares”, que será lançado neste sábado, 22, 10 anos depois do violência da tropa de choque.

"Pinheirinho dos Palmares: A Luta Contra Injustiças" será lançado no bairro Pinheirinho dos Palmares, às 19h. De manhã, haverá ato no antigo Pinheirinho.
A ação foi reconhecida como um dos maiores crimes de Estado contra os direitos humanos cometidos no período pós-ditadura militar.
Pessoas de outras cidades e estados ou que não conseguirem se deslocar até o bairro, poderão assistir ao documentário no dia 5 de fevereiro às 19h na internet no site https://www.even3.com.br/pinheirinhodospalmares.
“A produção Pinheirinho dos Palmares é uma contribuição para superar o negacionismo em relação aos inúmeros crimes de estado praticados contra a comunidade do Pinheirinho”, conta Everton Rodrigues, diretor do documentário. "Negar o massacre do Pinheirinho significa ignorar a própria história de escravidão e criminalização da população excluída no Brasil!, completa.
O terreno que foi ocupado é parte da massa falida da Selecta S/A, de propriedade do especulador acusado e preso por corrupção, Naji Nahas, e jamais atendeu à exigência do artigo 5º da Constituição Federal, sobre a função social da terra. Além disso, o empresário acumula dívida acima de R$ 190 milhões com a prefeitura por não pagar IPTU entre 1981 e 2022.

A luta por moradia... Truculência do governo...

Há 10 anos, contra a justiça federal, a Polícia Militar invadiu Pinheirinho e criou um cenário de guerra na ocupação e na vizinhança

A Polícia Militar invadiu a ocupação do Pinheirinho na manhã de domingo, 22 de janeiro de 2012, na zona sul de São José dos Campos/SP, mesmo contra decisão do TRF (Tribunal Regional Federal). A ação da PM isolou parte da zona sul da cidade, prendeu os moradores da ocupação dentro das casas do acampamento e avançou sobre o bairro Campo dos Alemães e parte do Residencial União, que foram sitiados.



A Tropa de Choque e a Rota fizeram parte do contingente de dois mil policiais militares que avançou sobre a ocupação, disparando tiros de borracha e bombas de gás lacrimogêneo. Aliás, as bombas foram usadas sem economia tanto dentro como fora do Pinheirinho. Moradores da ocupação que estavam fora do local e moradores do Campo dos Alemães que se aglomeravam para ver a ação da PM foram agredidos com tiros de bala de borracha e muitas bombas de efeito moral. A tropa de choque da PM avançou sobre a população e encurralou os moradores dentro do Campo dos Alemães. Foi uma ação violenta. Os moradores ficaram presos dentro de casa. As bombas de gás lacrimogêneo foram lançadas, inclusive, sobre as casas. A população que estava aglomerada nas ruas foi alvo das bombas que vinham por cima e pela frente da tropa de choque. Equipes de TV, fotógrafos, pedestres ficaram acuados entre a tropa e as bombas de efeito moral.
Enquanto isso, dentro do acampamento, as pessoas foram impedidas de sair de suas casas sob a ameaça de armas da PM. Toda a região foi sitiada. Após muitas horas de ação, a PM prendeu gratuitamente várias pessoas, deixou vários feridos. Até parlamentares da cidade, representantes da justiça, OAB, defensoria pública e outros órgãos foram impedidos de até mesmo se aproximar do local por barreiras armadas da Tropa de Choque. Um morador do Pinheirinho foi ferido a bala.

Notícias anteriores